O Diabetes é uma doença conhecida como assassina silencioso pois muitas vezes os sintomas passam despercebido, e a pessoa descobre quando já está num grau avançado da doença.  Há uns 2 anos atrás eu e meu marido fizemos uma campanha em praça pública e a enfermeira estava medindo o teor de açúcar no sangue pelo teste no dedo (dextro). Foi incrível o número de pessoas com a glicemia alterada!

Por isso a melhor maneira de descobrir se você tem diabetes, é fazer um exame de sangue, a glicemia em jejum. Ainda assim, se você tem sintomas, pode ir mais além e fazer o exame de curva glicêmica clássico, com coletas a cada 30 minutos num período de 2 a 3 horas, e o exame de nível de insulina.

Hoje vou deixar aqui os sintomas mais comuns da doença, se você tiver mais de 1, procure já um médico endocrinologista.

1) MUITA SEDE E VONTA DE DE URINAR

Se você precisar urinar com frequência, especialmente se você muitas vezes tem que se levantar à noite para ir ao banheiro, pode ser um dos sintomas. Os rins precisam trabalhar muito para eliminar toda a glicose que está no sangue e por isso quem tem glicemia alta urina mais vezes.  A sede excessiva significa que seu corpo está tentando repor os líquidos perdidos. Estes dois sintomas juntos são a forma do seu organismo tentar controlar a alta de açúcar no sangue.

2) PERDA DE PESO REPENTINA

Os níveis de açúcar no sangue demasiado elevados podem também causar a perda de peso rápida, mas esta não é uma perda de peso saudável. Com a glicemia alta, os rins trabalhando a todo o vapor e a necessidade de maior energia (já que a glicose no sangue não é utilizada), o organismo passar a utilizar a massa magra. A pessoa perde  5 ou mais quilos num só mês.

3) FOME

As alterações nos níveis de açúcar no sangue fazem a fome aumentar. Quando a glicemia baixa muito, o organismo pensa que você não comeu e pede mais e mais carboidratos/açúcares. É  uma verdadeira bola de neve.

4) ALTERAÇÕES NA PELE

Como a circulação é alterada, a pessoa pode ter a pele afetada como coceiras, ressecamento e má cicatrização. A acantose nigricans, um escurecimento da região do pescoso ou braços também é sinal de que  já há uma resistância a insulina. Em crianças obesas é fácil perceber esse escurecimento.

5) MÁ CICATRIZAÇÃO E CURA 

Como os vasos sanguíneos são danificados pelo excesso de glicose circulando, toda a circulação fica comprometida e então um pequeno corte ou ferida demora muito mais tempo para cicatrizar. Pacientes com a diabetes muito alterada podem evoluir de um simples corte no pé para uma enorme ferida, que se infeccionar leva até mesmo a amputação: é o tal do pé diabético, que precisa de muito cuidado.

Essa circulação comprometida também pode favorecer o diabético a sentir formigamento ou amortecimento das mãos e pés.

6) MAIOR PROPENSÃO A INFECÇÕES

A diabetes diminui a imunidade e o organismo se torna suscetível a mais infecções. Em mulheres, é comum a infecção urinária ou aparecimento de cândida.

7) FADIGA, SONO, IRRITABILIDADE

OS picos de açúcar fazem a pessoa ter sempre fome, nunca está satisfeita. Além disso, acorda mais vezes e não dorme bem a noite, pois precisa sempre ir ao banheiro urinar. A sede é constante. Tudo isso faz o diabético ter mais cansaço e irritação.

8)VISÃO TURVA ou EMBAÇADA

Quem nunca ouviu falar da visão alterada no diabético? O excesso de açúcar no sangue altera o formato dos olhos e a pressão intraocular. Visitar um médico oftalmologista frequentemente é fundamental para acompanhar a saúde ocular.

Cuide-se já! Check ups anuais, boa alimentação, atividade física e atenção aos principais sintomas é fundamental para prevenir a diabetes!

Até a próxima

Carol Di Guimarães

nutricionista

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tags:
About the Author