Este artigo foi publicado no Daily Mail, e traduzi para vocês pois concordei com tudo!!!

Como relatado recentemente, Junk food é tão viciante quanto a heroína A gordura e o açúcar destes alimentos acionam os mesmos centros de prazer no cérebro que as drogas – o que poderia explicar por que muitas pessoas simplesmente não conseguem parar de comer compulsivamente. Também poderia estar por trás da epidemia de obesidade.

Mas não é apenas alimentos pouco saudáveis ​​que tem um efeito significativo sobre a saúde e comportamento.

Óleos omega-3 (encontrado principalmente em peixes oleosos, mas também em nozes, abóbora e sementes de linhaça) são “alimento do cérebro”.
Seu cérebro pesa apenas uma fração do peso total do corpo – mas consome cerca de 20 por cento do seu consumo diário de calorias. A dieta do cérebro saudável é essencial para manter a sua memória e intelecto aguçado e seu humor flutuante.
Aqui, olhamos para as últimas novidades sobre a nutrição e o cérebro – e os alimentos que ajudam, bem como aqueles que atrapalham …

Aumentar a concentração

Um bons poder de concentração depende é necessário para guardar as mensagens fluindo livremente entre as células cerebrais, os neurônios.
Simplesmente garantir uma ingestão calórica adequada e constante ao longo do dia é, portanto, o primeiro passo para mantê-lo focado e alerta. Não é suficiente, no entanto, para os sinais a serem gerados – eles também têm que ser enviadas a partir de uma célula para outra, as sinapses.
Isso é feito por fibras nervosas. Assim como fios elétricos, estas fibras têm de ser isoladas de modo que o fluxo de mensagens ocorra. Para construir essas camadas, o cérebro precisa de uma substância gordurosa chamada mielina.
O omega-3 ajudar a construir e manter mielina.

Levantar o seu humor
Nossos sentimentos, como todas as atividades mentais, envolvem uma troca frenética de mensagens elétricas entre as células cerebrais.
A informação é transportada entre as células por produtos químicos chamados neurotransmissores – e estas desempenham um papel fundamental no seu humor.
Um dos principais neurotransmissores é a dopamina, conhecida como a transmissora do “sentir-se bem”.  O aumento dos níveis de dopamina ocasionam unidade, entusiasmo e prazer. Quando os níveis estão caindo você pode sentir uma sensação de vazio, tristeza, irritação e tédio.
Alimentos açucarados e gordurosos causam uma onda de dopamina. No entanto, uma alta de dopamina rápida é invariavelmente seguido por uma queda igualmente acentuada, de modo a manter flutuante durante todo o dia. Ou seja, você come algo rico em açúcar e gordura, sente-se bem mas em seguida tem uma queda da dopamina, sente-se mais “triste” e logo quer comer aquele alimento de novo.

A melhor forma para manter-se sempre com o bom humor é alimentar-se com alimentos ricos em açúcar (como frutas) e associá-los a proteínas como um queijo ou sementes (nozes, amêndoas). Isso evitará a compulsão alimentar! Outra forma de garantir uma produção constante de dopamina – e um humor contínuo bom – é abastecer o seu cérebro com precursores. Estas são as moléculas que ele usa para fabricar dopamina.

Um importante precursor chamado fenilalanina é encontrada em beterrabas, soja, amêndoas, ovos, carne e grãos.

Mas se você realmente precisa de um rápido aumento de humor, o chocolate é especialmente eficaz na bombeamento de dopamina. Quanto maior o teor de cacau maior a quantidade de antioxidantes para seu organismo. Um quadradinho de chocolate meio amargo ao dia pode fazer milagres!!

Outro neurotransmissor, chamado serotonina, ajuda você a se sentir sereno, e combate à ansiedade. Um lanche de carboidratos irá aumentar o seu nível de serotonina rapidamente, mas que também irá torná-lo sonolento, por isso novamente, é melhor manter o nível constante.
Para a fabricação de serotonina no cérebro, você precisa de triptofano, uma substância encontrada principalmente em ovos e carne – a boa notícia é que um café da manhã com ovos ou queijos magros já trará estes benefícios!

Amanhã: ficar em alerta e melhorar a memória.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tags:
About the Author