oi gente!

Ontem como a maioria de vocês devem ter acompanhado, a apresentadora Hebe faleceu após uma parada cardíaca. Hebe vinha lutando contra alguns tipos de câncer e acho que não posso deixar passar esta oportunidade de falarmos sobre a importância de uma alimentação saudável para a prevenção e diminuição do risco de câncer.

O câncer é uma doença caracterizada pelo crescimento descontrolado e disseminação de células anormais. Dos muitos tipos diferentes de câncer, a maioria dos tumores inicia-se numa parte específica do corpo, sendo mais comum na pele, mama, intestino, pulmão, estômago, tireóide e próstata.
A doença pode então espalhar dentro do corpo através do sistema sanguíneo e linfático (um sistema de glândulas que filtra os organismos infecciosos do corpo).

Costumo falar que o câncer é um dos males do século pois atinge diversas pessoas, e muitas vezes quem menos imaginamos.

Os fatores de risco de câncer podem ser encontrados no meio ambiente ou podem ser herdados (por isso quem tem casos de câncer na família deve estar sempre fazendo acompanhamento médico). Segundo o Instituto Nacional do Câncer, a maioria dos casos da doença (80%) está relacionada ao meio ambiente, no qual encontramos um grande número de fatores de risco. Entende-se por ambiente o meio em geral (água, terra e ar), o ambiente ocupacional (indústrias químicas e afins) o ambiente de consumo (alimentos, medicamentos) o ambiente social e cultural (estilo e hábitos de vida). E é aí que chegamos no ponto principal deste post: muitas pessoas se metem em dietas super restritas, sem acompanhamento profissional, vivem fazendo dietas da moda e esquecem-se que uma alimentação saudável é fundamental para se ter saúde e se prevenir o câncer, entre outras doenças. E por isso digo e repito: SEMPRE FAÇA ACOMPANHAMENTO COM MÉDICO E NUTRICIONISTA ANTES E DURANTE UMA DIETA. NÃO FAÇA DIETAS DA MODA POR CONTA PRÓPRIA. 

As mudanças provocadas no meio ambiente pelo próprio homem, os ‘hábitos’ e o ‘estilo de vida’ adotados pelas pessoas, podem determinar diferentes tipos de câncer e quanto melhor for a sua alimentação, com mais barreiras você está para a prevenção dessa doença, quer ver?

Cinco porções de frutas, verduras e legumes (se possível orgânicos) por dia
Legumes e frutas contêm vitaminas, minerais, fibras, e centenas de fitoquímicos benéficos, alguns dos quais foram provados para prevenir e combater o câncer. Por exemplo, alguns fitoquímicos protegem o DNA das células do dano e promovem a sua reparação. Além disso, os fitoquímicos formam como que uma barreira na célula, protegendo-a do ataque de vírus e químicos possíveis causadores do câncer. Os fitoquímicos, vitaminas e minerais, também atuam como antioxidantes, removendo os radicais livres da células.O Fundo Mundial de Pesquisa do Câncer estimou que cerca de 20% de todos os cânceres poderiam ser prevenidos pela ingestão de cinco ou mais porções de frutas e legumes todos os dias. Então, vale a pena aumentar a sua ingestão! 

Reduzir os alimentos gordurosos
As dietas ricas em gorduras saturadas também são ricas em calorias e contribuem para a obesidade, que está associada a um aumento do risco de muitos cânceres, por isso certifique-se de comer uma dieta com baixo teor de gordura. Limitar a quantidade de carne vermelha que você come, especialmente os que são ricos em gordura, e optar por peito de frango, peixe e frutos do mar é um bom começo. Dê preferência às gorduras “boas” como abacate, oleaginosas (castanhas), azeite de oliva extra virgem, linhaça etc.

Comer uma dieta rica em fibras
Fibra pode ajudar a eliminar as toxinas relacionadas ao câncer e, como antioxidantes, ajuda o corpo a eliminar os radicais livres. Além de frutas e verduras, comer em abundância grãos inteiros irá aumentar a sua ingestão de fibra alimentar. Os cereais integrais são também uma boa fonte de várias vitaminas do complexo B e de compostos chamados lignanas – que também são encontrados em sementes de linhaça – que pode ter um papel protetor contra a mama, próstata, cólon e reto.

Perder peso
Ao perder o excesso de peso, você pode fazer uma grande diferença em reduzir seu risco de desenvolver câncer. Um aumento no peso corporal de tão pouco como cinco por cento em mulheres pré-menopáusicas mostrou aumento significativo do risco de câncer da mama após a menopausa, por isso deve-se perder um pouco de peso, se necessário. Depois de ter atingido sua meta de peso, trabalhe duro para mantê-lo!

Bom, este é só o começo de uma série de posts sobre Saúde. Quem quiser tem bastante informação no Menu acima, em Saúde de A a Z.

Até mais!

Carol Di Guimarães

nutricionista

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tags:
About the Author