Este é um tema tão delicado para falar, mas estou inaugurando esta categoria aqui no blog já que algumas leitoras são mamães ou conhecem alguém que tem filhos e precisam sempre de toques de saúde na alimentação dos pequenos.

Não é novidade que o número de crianças com sobrepeso e obesidade no Brasil vem crescendo cada vez mais. Trabalho há cerca de 8 anos com crianças de devo confessar que de uns 2 ou 3 anos para cá, não sei o que ocorreu mas a quantidade de crianças acima do peso e com dislipidemias (colesterol e triglicérides elevados) que tenho visto está alarmante!!

Por isso que acho importante os pais, mães e responsáveis pelas crianças cuidarem SIM da alimentação, pegarem no pé, serem tachados de “chatos” (calma vamos falando como lidar com isso aos pouquinhos…) mas cuidarem o máximo possível para prevenir problemas que no futuro serão muito mais difíceis de serem tratados!

A própria obesidade e sobrepeso são bem mais fáceis de se corrigir ainda nesta fase, quanto mais novinha a criança mais fácil e rápido (não é a toa que nós adultos precisamos sempre estar controlando a dieta não é mesmo!)

Vou começar esta categoria dando duas dicas e ensinando uma receita. E cada uma ou duas semanas, vou apresentando mais e mais dicas. Dicas e receitas para tudo: Anemia, peso, como melhorar a alimentação das crianças, dicas para amamentação etc!

Além disso, pela importância do tema quero convocar você mamãe ou papai, para convidar seus amigos e amigas que tem filhos para participarem aqui do blog pois em breve vou começar um PLANO ALIMENTAR DE 8 SEMANAS, para emagrecimento e melhorias na alimentação da criançada! Quanto mais participantes melhores resultados pela troca de experiências. Convide seus vizinhos, colegas e mamães pois quanto mais pessoas envolvidas, melhor será! 

Vamos por partes?

1) CONTROLE AS PORÇÕES DOS ALIMENTOS

Criança precisa de alimentação variada, mas não é por isso que pode comer o que quiser e quanto quiser. Sabe a quantidade de alimentos que nós adultos precisamos comer quando estamos de dieta (pouco arroz, feijão, uma carninha magra, salada, frutas, leite desnatado…etc)? Esta é a quantidade que uma criança de até 10 precisa!

2) NÃO DEIXE JUNK FOOD À DISPOSIÇÃO NA SUA CASA

Chocolates, doces, salgadinhos e demais alimentos industrializados precisam ser comprados em pequenas quantidades. Deixe estes alimentos para serem consumidos em pequenas quantidades e não diariamente. Espere a criança pedir, se ela quiser ofereça apenas uma quantidade bem pequena (um bombom ou 2 biscoitos recheados por exemplo). Assim você não gera trauma na criança nem obsessão por este tipo de alimento! (vou falar sobre esta questão emocional da criança em breve)

No próximo post vamos ter mais dicas!!!

Vamos à receitinha?

A receitinha de hoje é para você começar a ensinar seu filho a comer verduras (o básico!). Não é tanto pela receita mas pela ESSÊNCIA do que é deixar seu filho na cozinha. As mamães muitas vezes fazem receitas maravilhosas escondendo legumes e verduras no meio das comidinhas (uma cenourinha no arroz, um chuchu na torta etc). Acho isto ótimo, mas não é o suficiente sabe por que? A idéia toda que você precisa entender é que seu papel não é ENFIAR COMIDA ABAIXO da criança. Seu papel é ENSINAR a criança a comer bem.

Portanto, comece a colocar seu filho(a) para te ajudar na cozinha e a ter contato com os alimentos! Assim ele vê as cores, sente o cheiro, o tato e vai perdendo MEDO dos alimentos diferentes. Hoje vou mostrar mais uma montagem de prato para você deixar seu filho fazer.

ESTRELAS DO MAR

Você vai precisar de:

150g de carne moída

1/2 xícara de cenoura ralada

1/2 xícara de abobrinha ralada

2 cols. (sopa) de queijo ralado

Faça uma mistura com a carne moída, a cenoura e a abobrinha. Misture tudo com as mãos e tempere com sal (se desejar use alho e cebola também).

Faça rolinhos compridos com a mão. Monte intercalando os rolinhos dessa forma:

…até obter uma estrelinha!

Comprima bem a estrelinha e salpique o queijo ralado por cima. Leve para assar em forma por cerca de 15 minutinhos!

As crianças vão amar a brincadeira na cozinha!!! Ah você pode deixar ela fazer outros formatos: coração, bolinha, rolinho etc! E você pode utilizar qualquer legume raladinho ou picadinho que você tiver. Comece com aqueles que a criança não tem tanta aversão!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tags:
About the Author

15 Comments on this article. Feel free to join this conversation.

  1. Karina Nóbrega 07/06/2011 at 10:10 -

    Excelente a idéia de começar a nos ajudar com a orientação das crianças. Isto porque, venho acompanhando de perto a alimentação do meu filho de 8 anos que estava com um sobrepeso de 6 kg. Iniciei limitando a quantidade de alimentos e também levei-o a uma endocrinologista pediátrica. No entanto, estava sentido falta de receitinhas que o agradem e também o estimulem na direção correta para uma alimentação saudável. Muito obrigada!!! Um abraço e até a próxima.

    • saboridades 07/06/2011 at 12:42 -

      oi Karina toda semana vou postar algumas dicas e receitas ok!

  2. Rosi 07/06/2011 at 11:06 -

    Amei esta recaita tenho um filho de 9 anos que não come carne nem verdura,vou fazer esta pra ele.um abraço!!!!!!

    • saboridades 07/06/2011 at 12:43 -

      faz sim Rosi, coloque ele para te ajudar na cozinha!

  3. Michelle Faria 07/06/2011 at 20:10 -

    Oba!!!!!!!!!!
    Valeu, Carol!
    Estava esperando ansiosamente pela dicas e devo dizer que adorei..
    Amanhã teremos receitinha nova em casa…
    beijos

  4. Vanessa 08/06/2011 at 14:45 -

    Carol, tenho uma sobrinha de 11 anos que esta 25 kg acima do seu peso, ela ainda não menstruou, ja fez varias dietas com nutricionistas e não consegue emagrecer e sofre muito com isso, falei de vc e ela esta muito animada, passei ate seu blog pra ela, pode ate ser que ela entre pra conhecer, mas gostaria de saber sua opnião, qual dieta ela deve seguir, como podemos ajuda la.
    Ela esta sempre fazendo exame e esta tudo bem, só o que incomoda mesmo é estar acima do peso ideal.
    Desde ja agradeço.

    • saboridades 08/06/2011 at 20:04 -

      oi Vanessa, ela já tentou reeducação alimentar com nutricionistas, mas por que não deu certo? Tente conversar com ela para entendermos a raiz do problema! Só entendendo o por que é que podemos começar a pensar na dieta! Veja como está a alimentação dela na escola, em casa e quando sai. Se ela é ansiosa também. Assim ela pode seguir as dicas daqui do blog e o programa alimentar de 8 semanas, que vou postar nas próximas semanas ok!

  5. fabiana 09/06/2011 at 11:18 -

    olá Carol que bom q vc tocou neste assunto tenho um filho q está com ´colesterol e trigliceres altos ele começou esta semana tratamento, mas eu já estava fazendo algumas de suas receita p nos aqui em casa, ele adorou o pure de couve flor fica uma delicia, estou esperando novidades beijos

    • saboridades 09/06/2011 at 13:04 -

      Oi Fabiane, faça as dicas vou postar no blog dicas para crianças e pré adolescentes entre terças ou quartas feiras ok!

  6. Luciana 03/11/2011 at 14:43 -

    Obrigada Carol, por entrar nesse assunto
    Tenho uma filha de 9 anos , pesando 43 kg, e sinceramente, nao sei como lidar com a ansiedade dela, as vezes ate perco a lnha, e isso faz com que ela se irrite mais ainda…
    Vou aguardar suas novidades
    Beijos
    Luciana Pipolo

  7. Lilian 02/06/2012 at 20:51 -

    Eu acho que nao é só uma questao de má alimentacao. Hoje em dia as criancas nao se movimentam tanto quanto antigamente, as criancas têm brincado pouco na ruas. A televisao e principalmente o computador, os mini games, etc e tal causam o sedentárismo.

    A gente pode até nao dar doces para as criancas, mas vem a avó, o avô, os tios ou aquela amiga da mae que visita a família e leva uma “besteirinha” doce para a crianca ao invés de levar uma revistinha ou um gibi. Pode parecer inofensivo um docinho ou uma balinha, mas se juntar o que todo mundo dá, aí a quantidade é enorme. Para piorar as coisas ainda tem páscoa, dia das criancas, natal e alguns lugares Halloween, aí ao invés de brinquedos ou livros fica mais fácil presentear as criancas com doces.

    Eu tive que comprar briga com a família de meu marido por causa da questao de doces. Nao aceitavam, mas no final prevaleceu minha vontade e minha filha ganha revista de princesa ou um livrinho ou qualquer brinquedinho do preco de um chocolate. Gracás à Deus minha filha nao é exigente na escolha de brinquedos, o importante é ela poder brincar com anovidade.

    Hoje com 7 anos de idade minha filha tem muito orgulho de seus dentes que nunca cariaram e nem sequer tiveram placa. Seu dentista sempre lhe dá um presentinho por causa dos cuidados que ela tem com os dentes. Na opiniao de algumas pessoas minha filha é bem magra, mas o pediatra disse que ela está com o peso ótimo e saudável. Entao eu nao ligo para o que os outros dizem.

    Outro erro que ví meus pais e sua geracao cometerem foi a obrigacao que tinhamos que limpar os pratos.
    Eu digo para minha filha que ela nao é obrigada a comer tudo e quando nao quer. NO ENTANTO eu também sempre lhe digo que é melhor colocar pouco no prato e repetir mais de uma vez do que abarrotar o prato e nao poder comer, só porque os olhos sao maiores do que a barriga. E pense bem que se exagerar sem pensar, aí sim vai ter que comer.
    Se ela nao quiser comer na hora determinada das refeicoes, entao nao coma, mas também nao existe segunda opcao de comida e só vai comer na hora da próxima refeicao. Entao ela come na hora porque sabe que vai ficar um tempo com fome até dar a hora da próxima refeicao.

    Bom, escrevi coisa p’ra caramba. Eu só quis dar minha contribuicao para esse tema que acho tao importante e que infelizmente nem todas as pessoas estao se dando conta disso.

    Beijos

    • Saboridades 03/06/2012 at 10:41 -

      ótimas colocações! Tb serei assim com meu filho!!

      • Lilian 03/06/2012 at 11:40 -

        Entao boa sorte porque nem todo mundo entende esse tipo de comportamento materno. Muita gente me achava cruel e havia até pessoas como meu pai que dizia eu era radical e que todos nós precisamos de acucar e VOCÊ melhor do que sabe que nao é bem assim a coisa, né?
        Eu nunca adocei cházinho ou qualquer outra bebida (INCLUSIVE LEITE) e papinhas, desde cedo diluia à 50% os sucos NATURAIS em água. Também nunca salguei as comidas da minha filha, pois sempre parti do princípio que o mais importante era ela conhecer o verdadeiro sabor da comida, além do mais em quase tudo há sal e acucar. Entao tudo o que seu organismo necssitava de sal e acucar ela tinha de forma natural.
        Hoje em dia ela gosta de doces, mas nao gosta de doces muito doces como por exemplo bala ou pirulito. Recentemente ela se aventurou a comer um pedacinho de pudim de leite e mousse de maracujá, ela preferiu o mousse dizendo que esse nao era tao doce quanto o pudim. A bem da verdade eu nem precisa me preocupar com acucar nessas sobremesas, pois as fiz com uma mistura de stevia e eritritol. Só que o paladar da minha filha é tao sensível a doces que ela reclama quando algo é muito doce.

  8. Roberta 20/08/2013 at 10:38 -

    Olá Carol! Meu filho mais velho está 20 kgs acima do peso. Adorei esta idéia da dieta para crianças mas não achei no seu blog… Adoraria ter mais receitinhas suas voltadas para o público infantil. Que tal? Aproveito a oportunidade para parabeniza-la pelo excelente trabalho que você vem desenvolvendo.

    • Saboridades 21/08/2013 at 20:30 -

      oi querida tudo bem?
      No mês de outubro pelo dia das crianças vai ter uma semaninha só com dicas para os pequenos!Aguarde :)
      Agora, 20kg a mais é muito hein? Vc já levou ele a um nutricionista?
      bjs